Envie este conteúdo por email

Notícias e Publicações

Número de empresas que abriram capital em 2017 é o maior em 10 anos

O total de companhias que abriram capital no mundo em 2017 foi o maior dos últimos dez anos, segundo o escritório de advocacia americano Baker McKenzie, que monitora as transações.

Ao todo, foram 1.694 operações, 31% a mais que no ano passado. Esses IPOs movimentaram US$ 206,6 bilhões (R$ 680,2 bilhões na cotação atual), uma alta de 44%.

"A economia mundial está favorável ao mercado de capitais e deverá continuar assim [em 2018]. Há liquidez global e uma demanda por ativos para investimento", diz Lara Schwartzmann, sócia do Trench, Rossi e Watanabe.

Embora movimente um volume de capital inferior ao de Bolsas asiáticas, europeias ou da americana, o Brasil se destacou no setor de bens de consumo neste ano, de acordo com o Baker McKenzie.

Empresas desse mercado listadas na B3 movimentaram US$ 2,11 bilhões (R$ 6,94 bilhões), em grande medida por causa da oferta de R$ 5,1 bilhões do Carrefour, em julho.

"Tivemos operações muito grandes no país neste ano. O que poderemos observar em 2018 será um movimento de empresas menores, com ofertas inferiores a R$ 1 bilhão", afirma Daniela Anversa, sócia do Veirano.

O número de companhias que optaram por abrir capital em países onde não estão sediadas também aumentou.

Foram 195 listagens 'cross-border', uma variação de 60%. Somadas, elas movimentaram US$ 37,6 bilhões (R$ 123,8 bilhões).